a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

workshops forcabe 543w por 1050H AutoNailArt

12072637 539844846179188 3084608455638772234 n

O Campeonato do Mundo de Patinagem Artística - Novara 2016 tem o seu início efetivo amanhã com a competição de Figuras Obrigatórias e o Programa Curto de In-line. Serão 10 dias de provas ao mais alto nível (Programa aqui) e a Plurisports não vai perder pitada do que se passa em Novara. 

Agora fique a conhecer a nossa Previsão para mais um Mundial nas disciplinas de Figuras Obrigatórias e In-line.

Figuras Obrigatórias

Muitos já podem ter condenado ao fim esta antiga disciplina, contudo, este Campeonato do Mundo vem provar que ainda se realizam provas de altíssimo nível de Figuras Obrigatórias e com vários nomes nas disputas pelo ouro e pelas medalhas.

Em Juniores Femininos, Gisele Soler não perde uma prova há muitíssimo tempo e em Cali foi a vencedora, sem deixar dúvidas. Em Novara, o mesmo se deverá passar se nada de extraordinário ocorrer e assim a maior das estrelas argentinas na Patinagem Artística conquistar mais uma medalha de ouro, agora no seu último ano de Júnior. No recente europeu a italiana Elena Donadelli venceu o ouro, e numa prova em casa, parece ser a maior rival de Soler. Chiara Mattei poderá ter também uma palavra a dizer, pois tem tido esta época excelentes resultados. Da potência alemã, temos Maike Gangelhoff, vice-campeã europeia atrás de  Mattei, e terceira na Taça da Alemanhã novamente atrás da italiana e de Gisele. É sem dúvidas uma das candidatas ao pódio, bem como a sua colega Eleonora Tissen, que também tem bons registos internacionais. Não descartar também Camila Valle (Argentina) e as patinadoras americanas, que também têm um bom histórico na disciplina.

No lado Masculino, o campeão do mundo, Deven Jacobson (Estados Unidos da América) estará presente para revalidar o seu título, bem como a medalha de prata, o alemão Tim Jendricke, que foi há dias campeão europeu. O americano, quarto lugar em Cali, Ian Heersink volta também à competição e, com certeza, com vontade de levar uma medalha para casa. O italiano, vice-campeão europeu, Alessio Gangi é a melhor hipótese para as medalhas do país anfitreão. Não esquecer ainda como favoritos Aaron Wunder (Alemanha), ou mesmo o colombiano Brayan Carreño.

No escalão máximo a competição e o nervosismo serão muito maiores. Aqui a luta pelas medalhas é ainda mais acesa, o que torna tudo muito pouco previsível. No sector Feminino, uma das grandes candidatas é Anabella Mendoz, atual campeã do mundo e grande tecnicista da disciplina. No entanto, este ano perdeu a Taça da Alemanha para Beatrice Wachter, que também venceu o Campeonato da Europa. A alemã pode estar no seu pique de forma e não deixar a vida fácil para as suas concorrentes. Ela que em 2015 foi, apenas, 6ª. A italiana Giada Cavatatio foi bronze em Cali e prata em Friburgo e é uma outra forte concorrente às medalhas. A campeã italiana a jogar em casa pode fazer toda a diferença. Certo é que a alemanha só se apresenta com patinadoras de peso, juntando-se a Beatrice, Lina Goncharenko (4ª Júnior em Cali) e prata, à frente de Cavataio no europeu, e Lena Bauer, 4ª em 2015 e no europeu deste ano. As patinadoras colombianos no ano passado foram as três top 10, sendo para ter em atenção a um país que se destaca cada vez mais. E Carolina Andrade e Daniela Sardinha? A campeã nacional de Figuras Obrigatórias foi 5ª em Friburgo e realizou uma excelente prova. Conseguirá o top 10 se estiver ao seu mais alto nível, ela que está de volta aos mundiais, depois de Brasília 2011. Daniela Sardinha teve uma competição mais discreta no europeu e terá aqui mais uma oportunidade para estar entre as melhores patinadoras internacionais.

Em Seniores Masculinos, mesmo com menos concorrentes a decisão final não será nada fácil, pois "monstros" das Figuras Obrigatórias estarão a competir em Novara. O pódio de Cali, Luís de Mattia (ARG), Markus Lell (GER) e Marco Santucci (ITA) voltam-se a defrontar e são os claros favoritos a ocuparem os lugares cimeiros. Este ano já mostraram que continuam a ser os atletas mais fortes do mundo nesta disciplina, com largos anos de experiência. Philipp Mähner, da Alemanha, pode também surpreender se houver erros por parte dos mais fortes e o brasileiro Felipe Werle, quarto em 2015, será também para ter em conta. O argentino Esteban Bojorge também irá marcar presença.

 

In-line

A competição de In-line está presente mais uma vez no Campeonato do Mundo e desta vez com separação de escalões entre Juniores e Seniores. Não será a prova mais competitiva, mas ainda há lugares a decidir. Os italianos poderão ser dos maiores favoritos às medalhas, porém outros atletas vão também à luta. Em Juniores é o caso do americano Colin Matley, terceiro em 2015. Chen Yi-Fan, a estar presente, poderá revalidar o seu título de campeão do mundo. No lado feminino uma das favoritas é a americana Valentina Escobar.

No escalão máximo a italiana Metka Kuk poderá vencer, mas a campeã do mundo de 2014 Natalie Motley não vai deixar a tarefa fácil, assumindo-se também como forte candidata. No lado dos Senhores, o experiente Carlos Urquia poderá vencer finalmente um título mundial, mas terá que vencer Antonio Panfili (ITA), o seu compatriota Adrian Baturin e o também já campeão mundial Anup Kumar Kama, da Índia.

Veja aqui a Previsão do nosso convidado Paulo Santos para a disciplina de Figuras Obrigatórias.

Sponsored by: 

workshops para rodapé Noticias AutoEpilação