a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

workshops forcabe 543w por 1050H AutoNailArt

20479447 1525380574151565 5858611399021209902 n

A segunda parte do Campeonato da Europa de Patinagem Artística - Roana 2017 está quase a começar, dedicada aos Juniores e Seniores das várias nações. Depois de os Cadetes e Juvenis terem conquistado cinco medalhas, os representantes lusos mais velhos têm todas as condições de conquistar o mesmo número ou mais, numa seleção que aposta principalmente nas disciplinas de Solo Dance e Pares de Dança.

Em Solo Dance Juniores Femininos, as três patinadoras estreiam-se em campeonatos da Europa. Maria Beatriz Sousa tem algum registo em provas internacionais na disciplina, no entanto, Inês Pelica e Danielas Dias não, apesar desta última já ter um bom palmarés em Pares de Dança. Maria Beatriz Sousa é a atual campeã nacional e pode ser um estatuto que lhe dê alguma vantagem, para além das suas fantásticas capacidades técnicas e artísticas. As patinadoras italianas são a maior concorrência. Muito jovens, mas já com experiência internacional. Em Masculinos, José Souto, atual campeão europeu e mundial, é o grande favorito. Depois das épocas fantásticas que tem tido internacionalmente, pode começar aqui um caminho de revalidações e preparar o seu bi-campeonato mundial. Francisco Silva chega aos escalões principais também com um bom currículo. Depois da medalha de prata na Taça da Europa do ano passado, pode aqui fincar a sua posição como um dos principais patinadores mundiais na disciplina.

Em Seniores a conquista do ouro pode ser mais complicada com o trio que estará a patinar em casa. Anna Remondini poderá ser a principal candidata, contudo Sara Zaggia venceu a competição no ano passado. A nossa Carolina Varela tem tido uma época fantástica, depois da extraordinária prestação em Novara. Venceu todas as provas em Portugal, contra duas vice-campeãs mundiais. Poderá ser o nosso maior trunfo no assalto ao ouro, se, por exemplo, demonstrar a maravilhosa patinadora que é como fez no último mundial. Mariana Souto é outro nome a ter em conta. Já foi bronze nos Jogos Mundiais, em Pares de Dança, e foi prata no último nacional, para não falar do segundo lugar do mundial de 2016. Estas duas patinadoras podem, e muito bem, dar a dobradinha para Portugal. Iara Rocha é a outra representante lusa, também com ótimas condições para um resultado nas cinco primeiras.

O pódio Sénior Masculino em Solo Dance foi totalmente português em Friburgo, o que aqui não acontecerá, pois só temos dois atletas selecionados. José Souto e Pedro Walgode têm trocado de posições entre si nos últimos dois anos e aí reside a nossa dúvida para quem poderá ir a medalha de ouro, eles que têm figurado em pódios europeus há vários anos. Andrea Bassi volta a ser o patinador na calha para fazer frente ao duo nacional, ele que também é um patinador muito experiente e com várias medalhas internacionais.

Fechamos a Dança, com as boas perspetivas dos nossos Pares de Dança. Os campeões portugueses de Juniores e Seniores marcam presença em Roana para ronavarem os seus títulos europeus. Maria Beatriz Sousa/ Francisco Silva, em Juniores, e Ana Walgode/ Pedro Walgode vão ser os maiores oponentes e candidatos não só às medalhas como também ao ouro. Sem dúvida, uma equipa de peso que poderão dar muita alegrias aos fãs portugueses. Ter em atenção o novo par Anna Remondini/ Daniel Morandin, dois patinadores da escola de dança italiana que dispensam apresentações e que já estão escalados para o Campeonato do Mundo.

Portugal estará em pista também em Patinagem Livre Sénior, sendo a única aposta para estes europeus. Catarina Bicho e Mariana Mateus estreiam-se deste modo no escalão máximo e não vão ter uma vida fácil. A espanhola Mónica Gimeno é a grande favorita ao ouro e tem um arsenal técnico, quase de certeza, imbatível em Roana. Michela Cima é a atual campeã mundial Júnior e um lugar no pódio será sem dúvida para ela. Catarina Bicho tem tido uma evolução fantástica e no seu melhor pode ser uma ameaça para as italianas e espanholas. Tal como Mateus, dona de um poderio técnico de alto nível, também capaz de fazer frente às melhores.

No lado dos Homens, um bom espetáculo poderá ser visto, principalmente com o atual campeão europeu Marco Bisciari, o vice-campeão Pere Torrico e ainda os detentores das medalhas mundiais de ouro e prata, Michele Sica e Marco Giusepe. 

Sponsored by:

workshops para rodapé Noticias ExtensãodeCabelo