a c e b o o k
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

workshops forcabe 543w por 1050H AutoNailArt

10155226 897568106922266 4104364387550765194 n

O escalão de Cadetes, apenas, entra em competição no dia 7 (domingo), finalizando com a Dança Livre no dia 10 de junho. Estarão a competir 28 patinadores, com alguns campeões da europa ao "molho". É mais um escalão onde os patinadores do Porto e de Lisboa têm dominado.

Maria Beatriz Sousa é campeã da europa de Cadetes em Pares de Dança, bronze no nacional de Solo Dance de 2014, venceu ainda o Issy-Paris Roller Dance Contest e este ano foi campeã distrital no Porto, e aqui pode levar para casa duas medalhas de ouro. As suas colegas de pódio nesta última prova foram Daniela Marques e Rute Freire, que no ano passado foram 7ª e 4ª, classificadas. E que dizer da campeã da europa de Solo Dance Iniciados, Mariana Ribeiro, que no distrital foi apenas 5ª? Mais uma para a "luta" das medalhas.

De Lisboa e da União Desportiva Vilafranquense vêm Inês Sousa e Inês Santos, campeã e vice-campeã distrital, que no ano passado também não marcaram presença no pódio no nacional de Solo Dance , mas este ano, com certeza, pretendem um resultado diferente.

No escalão Juvenil a competição parece ser uma das mais renhidas, principalmente nas medalhas. Os patinadores do Porto são novamente aqueles que têm um melhor registo. Francisco Silva foi campeão nacional no ano passado, venceu o ouro em Cadetes com Beatriz Sousa no europeu de Pares de Dança, mas ficou em segundo lugar no distrital, dando a vitória para o ex-campeão da europa José Cruz, outro atleta muito experiente, tal como Rita Lima, vice-campeã no ano passado e terceira no seu último distrital. Rita tem também várias presenças em pódios europeus. 

Não nos podemos esquecer de Inês Aragão, que também está habituada a medalhas, mas no ano passado ficou-se pelo 6º lugar. Inês pode ser ainda a única presença no pódio fora do Porto e de Lisboa. Ter em conta também Maria Gomes e Inês Pelica, ambas de Paço de Arcos, que no entanto têm registos inferiores em campeonatos nacionais.

E a sua aposta seria em quem? Difícil? Sim, sem dúvida!